Publicado por: carisouza80 | março 31, 2008

Pedale para conhecer o Brasil e o mundo

Quem está acostumado a viajar de bicicleta garante: para se tornar um cicloturista, você só precisa ter vontade. Por isso, tire a magrela da garagem, escolha um roteiro e vá pedalar.

Falta estímulo? Então comece a freqüentar os encontros mensais gratuitos do Clube de Cicloturismo, no Sesc Ipiranga, em São Paulo. Ali, a ordem é fazer amigos e combinar futuras viagens. A próxima reunião será em 12 de abril, às 15 horas, e terá uma palestra com o cicloturista Warley Toschi, sobre roteiros perto da capital.

Foi em um desses encontros que a funcionária pública Ângela Sibinel e o professor Roberto Rodrigues Cruz se apaixonaram pelo cicloturismo. ”Jamais tinha me passado pela cabeça fazer uma viagem de bicicleta”, conta Ângela.

O casal, que viaja com as bikes há apenas um ano, já visitou a região do Vale Europeu, em Santa Catarina, e o Caminho da Fé (que vai até a Basílica de Aparecida). No ano que vem, a dupla pretende fazer a rota que leva a Santiago de Compostela, na Espanha. ”A bicicleta vence barreiras. Aonde você chega, as pessoas te recebem de outra forma”, diz ela.

A guia de ecoturismo Eliana Garcia, de 40 anos, sabe bem disso. Ela pedala há 20 anos e ajudou a fundar, em 2001, o Clube de Cicloturismo. ”No Brasil, temos 10 mil pessoas cadastradas, enquanto o clube da Alemanha tem 100 mil”, compara. ”Apesar da diferença em relação à Europa, o cicloturismo está crescendo em nosso País.”

ROTAS

São Roque, Paraibuna e Paranapiacaba são exemplos de locais com boas trilhas para cicloturistas de primeira viagem. Mas há outros roteiros, como os que passam por cidades da Serra da Mantiqueira. Para quem busca algo espiritual, as dicas são o Caminho do Sol (de Santana do Parnaíba a Águas de São Pedro) e o Caminho da Fé.

Os peregrinos podem contar com o auxílio do recém-lançado Guia Caminho da Fé (132 páginas; R$ 23,92), escrito pelo cicloturista Antônio Olinto Ferreira. Dicas de quem já rodou mais de 40 mil quilômetros pelo mundo sobre duas rodas.

Para Walter Magalhães, integrante do clube e cicloturista desde 1991, a dica é curtir a viagem devagar. ”Não importa a quilometragem. O interessante é conhecer bem os lugares por onde você passa.”

DICAS PARA INICIANTES

– Evite pedalar à noite Estude o roteiro antes de sair
– Use o ônibus para ir até o ponto de partida
– Fuja de rodovias movimentadas Não leve bagagem nas costas; prefira os alforjes
– Nunca esqueça de levar água
– Selecione bem sua companhia

Fonte: Estadão


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: