Publicado por: Redação | março 31, 2009

Projeto Quarta Erudita estreia com o espetáculo “Ópera Cavalleria Rusticana”

Espetáculos voltados para a música erudita nos últimos anos vêm conquistando cada vez mais o público campo-grandense. Agora os fãs desse gênero musical vão poder contar com uma programação erudita de primeira, por meio do projeto Quarta Erudita, da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), que será lançado na próxima quarta-feira (1/4), às 20h, no teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo. O espetáculo de estreia é a “Ópera Cavalleria Rusticana”, representada pelo Coro Lírico Cant’Arte.

O Projeto Quarta Erudita tem por objetivo fomentar e difundir a música erudita, proporcionando à classe artística deste segmento, espaço para suas apresentações e com isso incentivar a formação de público e de mercado, por meio do acesso aos bens culturais a preços acessíveis. Ele acontecerá toda primeira quarta-feira de cada mês.

“Este projeto visa consolidar mais um espaço para a apresentação dos talentos da música erudita, proporcionando aos apreciadores desse gênero uma programação sistemática”, explicou o presidente da FCMS, Américo Calheiros.

Para o regente da Orquestra Sinfônica de Campo Grande, Eduardo Martinelli, a FCMS vem dando continuidade às suas metas de incentivar a música de concerto, assim como já vem acontecendo por meio da realização do “Encontro com a Música Clássica”, promovida pela instituição. “Qualquer iniciativa dessa natureza é sempre bem-vinda”, afirmou. Segundo o músico Marcos Assunção, o novo projeto democratiza os espaços culturais para a divulgação do gênero, que ainda é muito restrito aos acadêmicos de música. “Esta é uma nova oportunidade para os músicos eruditos”, finalizou.

Cavalleria Rusticana

O espetáculo se passa num domingo de Páscoa no final do século XIX, em uma aldeia no sul da Itália e retrata um triângulo amoroso entre Santuzza, Turiddu e Lola. A apresentação será feita com figurino de época e contará com a participação da Trupe Casa de Ensaio. A duração do espetáculo é 60 minutos e a classificação é livre.

A Ópera Cavalleria Rusticana é do compositor italiano Pietro Mascagni e acontece no período romântico, sendo considerada verista. O espetáculo contará com a participação do coro lírico Cant’Art, num total de 30 cantores entre solistas e coralistas. A preparação vocal é da cantora Edineide Dias. A ópera conta ainda com a participação da Trupe Casa de Ensaio.

O Coro Lírico Cant’Arte iniciou suas atividades em maio de 2007, com o objetivo de participar da Ópera Cavalleria Rusticana de Pietro Mascagni. O entusiasmo pela música erudita instalou-se juntamente com a curiosidade de conhecer novos compositores e obras completas.

Os cantores foram desafiados a executarem a obra “Stabat Mater” de Rossini, que nunca foi executada na íntegra em Mato Grosso do Sul. Juntamente com solistas o Coro apresentou-se em janeiro deste ano, no Festival de Ivinhema, a Ópera Cavalleria Rusticana, que também foi apresentada em setembro do ano passado no Teatro Glauce Rocha, em parceria com o Coral da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Os ingressos são limitados e custam R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia) para estudantes, doadores de sangue, idosos (acima de 60 anos) e professores, todos com a apresentação da carteirinha e podem ser obtidos antecipadamente na Escola Cant’Arte na rua Padre João Crippa, 1736, centro. Mais informações pelos telefones 3324-6260 (Escola Cant’Art) ou no 3317-1792 (Centro Cultural José Octávio Guizzo).

Fonte: Fundação de Cultura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: