Publicado por: Redação | junho 6, 2012

Cultura nipônica será celebrada em Campo Grande com mostra de cinema

A cidade de Campo Grande vai celebrar a Semana da Cultura Nipônica de Mato Grosso do Sul a partir do 11 de junho até o dia 15 de junho. Uma mostra de cinema japonês acontece no Museu da Imagem e do Som, às 19h.

O CineMIS sediará a Mostra de Cinema Japonês em parceria com a Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande (AECNB). Serão apresentadas produções premiadas e contemporâneas, realizadas a partir de 2002, com temas diversos e abrangentes.

Confira a programação:

11 de junho (segunda)

O Gosto do Chá (Cha no Aji – 2004)

Direção: Katsuhito Ishii

Duração: 143 min.

Sinopse: Uma visão nada comum sobre uma família japonesa vivendo em uma pequena cidade ao norte de Tóquio. A mãe tenta retomar a carreira de animadora de desenhos, o pai é um terapeuta especializado em cura por hipnose e a filha mais nova é seguida por uma versão gigante de si mesma ocasionalmente. Brincando com o absurdo, Katsuhito (que foi o responsável pela intromissão em anime de Kill Bill Vol. 1) mostra como o estranho pode ser belo e singelo.

Prêmios: Fant-Asia 2005 – Melhor Filme; Entrevues Film Festival 2004 – Prêmio do Público – Grande Prêmio do Júri.

12 de junho (terça)

Fish Story (Fishuu Sutori – 2009)

Direção: Yoshihiro Nakamura

Duração: 112 min.

Sinopse – No ano de 2012 a única coisa que separa a terra da colisão com um enorme cometa e a salvação é uma canção obscura gravada por uma banda de rock 37 anos atrás. Metalinguística e cultura pop temperadas com uma influência cáustica de Charlie Kaufman (adaptação) transformam esta premissa inusitada em um filme bem-humorado, que desafia classificações.

Prêmios: Indicação Asian Film Award – Melhor Compositor.

13 de junho (quarta)

13 Assassinos (Jusan-nin no Shikaku – 2010)

Direção: Takashi Miike

Duração: 141 min.

Sinopse – 13 homens em uma missão suicida para assassinar um senhor feudal japonês. Ao refilmar o clássico do diretor Eiji Kudo, de 1963, Takashi Miike alcançou a maturidade e realizou a sua obra-prima, sem deixar de lado o nihilismo que marca todos seus filmes.

Prêmios: Academia Japonesa 2011 – direção de arte – Direção de fotografia – Melhor luz – Melhor som; Festival de Veneza 2010 – Menção Honrosa – Indicado ao Leão de Ouro.

14 de junho (quinta)

Air Doll (Kuki Ningyo – 2009)

Direção: Hirozaku Koreeda

Duração: 125 min

Sinopse: Com a história de uma boneca inflável que ganha vida, Koreeda, um dos mais aclamados diretores da sua geração, cria uma metáfora encantadora sobre o vazio da vida moderna.

Prêmios: Acadêmia Japonesa – Indicado à melhor atriz; Festival Internacional de Chicago – Indicado a Melhor Filme.

15 de junho (sexta)

Amor e Honra (Bushi no Ichibun – 2006)

Direção: Yoji Yamada

Duração: 121 min.

Sinopse: O sacrifício de uma esposa pela honra do seu marido, um samurai cego, se torna uma crítica sutil sobre a posição da mulher no Japão feudal no último filme da “Trilogia Samurai” de Yoji Yamada.

Prêmios: Academia Japonesa 2007 – Melhor Fotografia – Melhor Luz – Melhor Ator Coadjuvante; Asian Film Awards 2007 – Melhor Filme.
Serviço: A Mostra de Cinema Japonês acontece de 11 a 15 de junho, sempre às 19 horas, no Museu da Imagem e do Som, que fica no Memorial da Cultura, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, 3º andar, Centro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: