Publicado por: Redação | janeiro 31, 2013

Fundação de Cultura continua com exibição gratuita de longas nacionais em fevereiro

 A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, por meio do Museu da Imagem e do Som, continua no mês de fevereiro com a exibição gratuita de longas-metragens do Programa CineMIS Especial de Férias. As sessões estão abertas ao público de segunda a sexta-feira, sempre às 14 horas.

Os filmes foram doados pela ANCINE (Agência Nacional do Cinema) e compõem um panorama abrangente e diversificado da recente produção cinematográfica nacional, possibilitando certa reflexão sobre a identidade brasileira a partir das muitas possibilidades de expressão já realizadas no país.

MIS – O Museu da Imagem e do Som tem por finalidade preservar os registros que compõem a memória audiovisual sul-mato-grossense, efetuando a salvaguarda dos bens culturais que formam a identidade cultural do Estado.

O acervo do museu, formado a partir de doações particulares e institucionais, é composto por um rico material que contempla categorias como fotografia, vinil, CD, VHS, DVD, película, livro, catálogo e objeto.

Confira a programação de fevereiro:

1º de fevereiro – Tropa de Elite
1997. O dia-a-dia do grupo de policiais e de um capitão do BOPE (Wagner Moura), que quer deixar a corporação e tenta encontrar um substituto para seu posto. Paralelamente dois amigos de infância se tornam policiais e se destacam pela honestidade e honra ao realizar suas funções, se indignando com a corrupção existente no batalhão em que atuam.
Gênero: Violência; Duração: 116min; Ano: 2007; Classificação indicativa: 16 anos.

4 de fevereiro – O Mundo em Duas Voltas
Em 1519 o capitão português Fernão de Magalhães arriscou-se a viajar na contramão das grandes navegações e acabou provando que a Terra era redonda. Em 1997 a família Schürmann decidiu realizar uma nova volta ao mundo, seguindo o trajeto feito por Magalhães mais de 5 séculos antes.
Gênero: Documentário; Duração: 91min; Ano: 2007; Classificação indicativa: Livre.

5 de Fevereiro – Meu tio matou um cara
Éder (Lázaro Ramos) é preso ao confessar ter matado um homem. Duca (Darlan Cunha), um menino de 15 anos que é sobrinho de Éder, quer provar a inocência do tio. Ele tem certeza que o tio está assumindo o crime para livrar a namorada, Soraya (Deborah Secco), ex-mulher do morto. Duca também quer conquistar o coração de Isa (Sophia Reis), uma colega de escola que parece estar mais interessada em seu melhor amigo, Kid (Renan Gioelli). Para conseguir provar sua teoria, Duca recebe a ajuda de Isa e Kid nas investigações.
Gênero: Comédia; Duração: 84min; Ano: 2004; Classificação indicativa: 10 anos

6 de fevereiro – Vinicius de Moraes
A realização de um pocket show em homenagem a Vinícius de Moraes por dois atores é o início da reconstrução da carreira do cantor e compositor. Nascido em 1913 no Rio de Janeiro, Vinícius de Moraes testemunhou e foi personagem de uma série de transformações na cidade, tendo criado para si um dos percursos mais relevantes da cultura brasileira no século XX.
Gênero: Documentário; Duração:124min; Ano: 2005; Classificação indicativa: 12 anos.

7 de fevereiro – Meu nome não é Johnny
João Guilherme Estrella (Selton Mello) nasceu em uma família de classe média do Rio de Janeiro. Filho de um diretor do extinto Banco Nacional, ele cresceu no Jardim Botânico e frequentou os melhores colégios, tendo amigos entre as famílias mais influentes da cidade. Carismático e popular, João viveu intensamente os anos 80 e 90. Neste período ele conheceu o universo das drogas, mesmo sem jamais pisar numa favela. Logo tornou-se o maior vendedor de drogas do Rio, sendo preso em 1995. A partir de então passou a freqüentar o cotidiano do sistema carcerário brasileiro.
Gênero: Drama; Duração: 126min; Ano: 2008; Classificação indicativa: 14 anos.

8 de fevereiro – Jogo subterrâneo
Martín (Felipe Camargo) é um pianista que criou para si próprio um jogo, que tem como objetivo encontrar a mulher de sua vida. Sempre que entra em um vagão do metrô ele escolhe uma mulher que o atraia e passa a torcer que ela siga o mesmo caminho que ele. Apenas caso isto ocorra ele pode tentar se aproximar dela. Em meio a suas várias tentativas frustradas, Martín conhece algumas pessoas que mudam sua vida: Tânia (Daniela Escobar), uma mulher que se apaixona por ele e tem uma filha autista (Thávyne Ferrari), e Laura (Júlia Lemmertz), uma escritora cega. Seguindo seu jogo Martín conhece Ana (Maria Luísa Mendonça), que o atrai de tal forma que faz com que ele abandone as regras que ele próprio criou. Ana inicia então um romance com Martín, que se baseia em mistérios que um mantém para o outro.
Gênero: Drama; Duração:107; Ano: 2005; Classificação indicativa: 16 anos

14 de fevereiro – Muito gelo e dois dedos de água
Roberta (Mariana Ximenes) e Suzana (Paloma Duarte) são irmãs e nutrem um desejo de vingança em relação à avó (Laura Cardoso), que durante a infância as atormentava com conceitos rígidos sobre etiqueta e educação. Agora em torno dos 30 anos, elas decidem sequestrar a avó e levá-la para a casa de praia da família. Juntamente com elas viaja Renato (Ângelo Paes Leme), um advogado que é amigo de Roberta e não sabe que no porta-malas está a avó dela. Ainda há Francisco (Thiago Lacerda), médico e marido de Suzana, que estranha a repentina viagem da esposa e, ao notar que alguns de seus medicamentos desapareceram, passa a crer que ela está usando entorpecentes.
Gênero: Comédia; Duração: 96min; Ano: 2006; Classificação indicativa: 14 anos

15 de fevereiro – Primo Basílio
São Paulo, 1958. Luísa (Débora Falabella) é uma jovem romântica e sonhadora que é casada com Jorge (Reynaldo Gianecchini), um engenheiro que está envolvido na construção de Brasília. Um dia Luísa reencontra Basílio (Fábio Assunção), seu primo e também sua paixão de juventude. Quando Jorge é chamado a trabalho para Brasília, Luísa fica em casa apenas com a companhia das empregadas Juliana (Glória Pires) e Joana (Zezeh Barbosa). Basílio passa a visitá-la frequentemente, conquistando-a com as histórias de suas viagens. Logo as saídas de ambos viram fofoca na vizinhança. Até que Juliana encontra as cartas de amor trocadas entre os primos e, de posse delas, passa a chantagear Luísa para conseguir uma generosa aposentadoria.
Gênero: Drama; Duração:120min; Ano: 2007; Classificação indicativa: 16 anos

18 de Fevereiro – Vida de Menina
Pouco após a abolição da escravatura e a proclamação da república no Brasil, Helena Morley (Ludmila Dayer) começa a escrever seu diário, que revela seu universo e um país adolescente como a menina. Nesse momento da vida Helena é magra, desengonçada e sardenta, além de se achar feia. Não é boa aluna nem comportada como sua irmã Luizinha, tendo o apelido de “Tempestade”. Mas Helena, como nenhuma outra garota de Diamantina, escreve. É neste diário que Helena debocha e desmascara as pretensas virtudes alheias. Procurando com sofreguidão não perder uma infantil alegria de viver, e reinventando o mundo à sua maneira, Helena Morley é o diamante mais raro de Diamantina
Gênero: Drama; Duração: 102min; Ano: 2005; Classificação indicativa: Livre

19 de fevereiro – Se Eu Fosse Você
Cláudio (Tony Ramos) é um publicitário bem sucedido, dono de sua própria agência, que é casado com Helena (Glória Pires), uma professora de música que cuida de um coral infantil. Acostumados com a rotina do dia-a-dia e do casamento de tantos anos, eles volta e meia têm uma discussão. Um dia eles têm uma briga maior do que o normal, que faz com que algo inexplicável aconteça: eles trocam de corpos. Apavorados, Cláudio e Helena tentam aparentar normalidade até que consigam revertar a situação. Porém para tanto eles terão que assumir por completo a vida do outro.
Gênero: Comédia; Duração:104min; Ano: 2006; Classificação indicativa: 10 anos

20 de fevereiro – Os Desafinados
Na virada dos anos 1960, os músicos Joaquim, PC, Geraldo e David e o cineasta Dico mudam-se para Nova York. Lá, são acolhidos pela cantora brasileira Glória e vivem juntos o começo da Bossa Nova, a rebeldia estudantil e a liberdade sexual. A realidade de um Brasil que passa da euforia à depressão com o golpe militar de 1964 traz os amigos de volta ao país, onde precisam encarar as escolhas da maturidade.
Gênero: Comédia; Duração: 84min; Ano: 2006; Classificação indicativa: 12 anos

25 de fevereiro – A Máquina
Na cidadezinha de Nordestina, o sonho de todo mundo é fugir, menos o de Antônio, que só tem olhos para a bela Karina. Como ela também quer ir embora para realizar o sonho de se tornar uma atriz de televisão, Antônio promete trazer o mundo para ela.
Gênero: Drama; Duração:120min; Ano: 2007; Classificação indicativa: Livre

26 de fevereiro – Irma Vap, o retorno
Otávio Augusto (Marcos Caruso), um dos produtores da montagem original de “O Mistério de Irma Vap” no Brasil, deseja montar uma nova versão do espetáculo. Para tanto ele conta com a ajuda de Luiz Alberto (Leandro Hassum), filho de seu antigo parceiro na montagem da peça, que morreu recentemente de enfarte devido às várias dívidas contraídas. Porém Otávio tem problemas. Tony Albuquerque (Marco Nanini), um dos atores da montagem original, está “temporariamente paralítico”, sendo manipulado pela irmã Cleide (Marco Nanini) e mantido confinado no 2º andar de sua casa. Impossibilitado de contar com o elenco original, Otávio e Leandro convidam Darci Lopes (Ney Latorraca), um ator decadente que faz shows em boates, para assumir a direção da nova versão da peça. A idéia é remontá-la com dois jovens comediantes, Leonardo Aguiar (Thiago Fragoso) e Henrique D’Ávila (Fernando Caruso), como protagonistas. Entretanto, para tirar o projeto do papel, Otávio e Leandro precisam lidar com Cleide, já que o irmão dela é o detentor dos direitos da peça. De forma a impedir que alguém tenha contato com Tony, Cleide falsifica sua assinatura e entrega a autorização aos produtores. É quando enfim começam os ensaios para que “O Mistério de Irma Vap” retorne ao teatro.
Gênero: Comédia; Duração: 84min, Ano: 2006; Classificação indicativa: 10 anos

27 de Fevereiro – Os doze trabalhos
Recém saído da Febem, Héracles, como o Hércules da mitologia grega, precisa superar doze provas para se redimir de erros em seu passado. Após conseguir emprego como entregador, bico arranjado por seu primo Jonas, Héracles entra em contato com diferentes tipos da cidade.
Gênero: Comédia; Duração:104min; Ano: 2006; Classificação indicativa: 12 anos

28 de fevereiro – Benjamim
Ao conhecer a jovem Ariela Masé (Cléo Pires), de espantosa semelhança com o grande amor de seu passado, o veterano e esquecido modelo publicitário Benjamim Zambraia (Paulo José) revive as delícias e horrores da paixão. A “reencarnação” da sua amada Castana Beatriz tem algo mais a lhe oferecer: um acerto de contas com a sua própria consciência.
Gênero: Drama; Duração:108min; Ano: 2003; Classificação indicativa: 14 anos

Serviço: O Programa CineMIS Especial de Férias acontece sempre às 14 horas. O Museu da Imagem e do Som fica no Memorial da Cultura e Cidadania, Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, 3º andar, Campo Grande. Mais informações pelo telefone 3316-9178.

 Informações FCMS


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: